P Prefeitura e IFPE promovem curs...

img

Prefeitura e IFPE promovem cursos de qualificação profissional

,

Dois novos cursos devem mudar a história de muitos estudantes em Saloá. O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) se instalou na última sexta-feira (14) no município. Criado pelo Governo Federal, com o objetivo de ampliar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica, o programa tem a parceria e articulação da Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Assistência Social e Coordenadoria da Mulher.

Os cursos tiveram como foco a participação das mulheres no processo de formação. Serão 60 alunas formadas em Auxiliar Administrativo e Agente técnico em informações turísticas. Os cursos foram selecionados pelo Governo Municipal com base na vocação turística do município. O curso de Auxiliar Administrativo tem um total de 200 h/a e o de agente de turismo 240 h/a. Ao final o estudante recebe um certificado reconhecido em todo território nacional, emitido pelo Instituto Federal de Pernambuco (IFPE), órgão responsável por ministrar as aulas, que ocorrerão quatro dias por semana.

Segundo o secretário de Assistência social, Carlos Ouro Preto, a realização dos cursos de qualificação profissional revelam a preocupação do Governo Municipal em promover a geração de emprego e renda, iniciando pela formação dos munícipes. “Cada curso que realizamos, seja por meio do Senar, Senac e Senai, e agora do IFPE, demonstra nosso empenho para garantir abertura de novas fontes de renda. É o início para a vida de muitos trabalhadores no mundo do trabalho e uma satisfação para o Governo Municipal em poder proporcionar essa qualificação”. Disse o secretário.

A gestora da Coordenadoria da Mulher, Marília Correia, destacou que o público alvo foram justamente as mulheres, tendo em vista a demanda listada por elas próprias. Segundo Marília muitas mulheres já fizeram outros cursos e atuam profissionalmente no mercado, como é o caso de Quitéria Maria. “Quitéria é um dos exemplos fortes que temos aqui. Ela participou do curso de bolos e doces e hoje comercializa seus produtos na cidade, fornecendo inclusive para a Prefeitura e a Coordenadoria da Mulher. É um exemplo claro que as mulheres estão lutando pela sua independência financeira”. Destacou Marília.